Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Domingos de Calmaria

 

Parece que a rotina se instalou mesmo aqui em casa. O N. tá a ver futebol e eu aproveito pa vir blogar. Não é por nada, mas não sou grande apreciadora de futebol... Jogos de futebol, só do benfica (BENFICAAA! :P) ou então da selecção. Os outros ficam para quem quiser ver, princialmente na TV.

 

Para mim o futebol tem graça é no estádio ali a vibrar e a mandar vir com o árbitro. Sim porque o Benfica em mim já é uma questõa genética. Ou não fosse o meu pai Benfiquista dos 7 costados e não fizesse da filha companhia para ir aos jogos no estádio da luz desde pequena. Mas tão pequena que não percebia nada daquilo e só me interessava era apanhar as luzes dos holofotes.

Depois a menina cresceu e os interesses foram-se modificando e deixou de ir à bola com o pai. E o pai também deixou de ir à bola ao estádio devido aos desgostos provocados pelo seu clube de futebol favorito. E sem brincadeira, digo-vos que, na noite em que o Feher morreu, foi uma noite de viragem na vida do meu pai. Ele sentiu-se muito mal a ver o jogo na TV e a partir foram-lhe diagnosticados problemas cardíacos, embora sem ninguém descobrir exactamente quais. Até ao dia em que teve uma paragem cardíaca e só não partiu em "direcção à luz" porque não era a sua hora. Hoje tem um pacemaker e está bem. Thank God.

 

Este domingo tem sido um dia passado na calmaria do lar, um típico domingo de família.

Os papás vieram cá almoçar pois para mim é mais difícil ir lá a casa. Tive a visita da minha coisinha fofa que é a B., a minha priminha.

A tarde foi pasada a fazer desporto - Zapping no sofá. Enquanto isso, o sr. N. esteve entretido no PC.

 

Até o Pimentinha teve direito a uma banhoca refrescante. Claro que a dona, desta vez, não pode acompanhar o seu banho pois não consegue estar sentada. Geralmente, fico também no wc a falar com ele e a apaparicá-lo durante a banhoca. Depois meto-o ao meu colo, todo enrroscadinho nas toalhas e encho-o de mimocas. Os cães são mesmo "crianças" que temos para o resto da vida. Não sei como há pessoas que têm coração para abandonar animais. Eu, que odeio pássaros, sou incapaz de ver fazer-lhes mal. Eu aviso logo, quem fz mal a um animal ao pé de mim é como se me estivesse a fazer mal a mim. E depois eu parto em defesa do bicho.

 

Hoje não fui fazer penso. O centro de saúde está fechado e o único sítio possível era nos bombeiros. O pior é que eles não têm material para fazer este tipo de pensos. E sabem quanto paguei no domingo passado que lá fui porque desconhecia estes factos? 7.oo... SETE EUROS!!!! Já não me apanham lá! 7 euros por 3 pingas de soro fisiológico, 4 de betadine e 4 compressas?! Nem pensar. Assim só volto amanhã ao suplício. E ainda poupo 7 euros!

 

Já me estou a alongar no blog. Isto é defeito pessoal e profissional - "falar" muito. Além disso, já não consigo estar mais tempo sentada. Vou fazer companhia ao meu "ácaro alentejano" e papar as séries da fox.

 

See you tomorrow!!! :)

 

Esperteza Saloia à Portuguesa

Hoje acordei com um trovão. Qeum me conhece sabe que eu tenho um medo horrível de trovoadas mas tenho que me armar em forte senão está tudo estragado. aproveitei para tomar o meu antibiótico pois estava na hora e o despertador não despertou. Esqueci-me de o ligar. Esperta...!

Depois foi o costume: arranjar-me e preparar-me para ir fazer o penso. Cheguei ao centro de saúde e tinha cerca de 20 pessoas à frente. Hã?!? Mas hoje toda a gente tinha resolvido ir ao centro de saúde fazer pensos e levar injecções? Estranho...

Esperei meia hora sem chamassem uma única pessoa. Como não consigo estar muito tempo sentada resolvi ir dar uma voltinha até à sala de tratamentos. Foi aí que me chegou a mostarda ao nariz. Conforme vou a passar oiço uma senhora dizer "a médica disse para eu entrar assim que a pessoa que lá está dentro saisse". Ora pois tá claro! Assim que o pessoal era consultado e tinha tratamentos a fazer, entravam à frente dos outros macacos que estavam à espera na sala há horas. Mais meia hora e nada... nem uma senhazinha tinha sido chamada! Lá fui eu outra vez verificar o que se estava a passar. Desta vez eram algumas quatro pessoas que estavam à espera à porta da sala de tratamentos. Vim de lá a praguejar e a resmungar. As outras pessoas aperceberam-se do que se estava a passar e também foram verificar o mesmo que eu.

Havia 3 enfermeias - vi-as eu! - e só uma é que estava a trabalhar. Onde estavam as outras? não sei. Provavelmente a confraternizar nalgum lado.

Havia pessoas que já tinham 2 horas de espera em cima. eu cheguei lá às 11.45 e saí às 13.30. Não foi mau, pois não?

Se houvesse organização, coordenação e um supervisor em cima destes serviços, era pouco provável que isto acontecesse.

Não existe respeito nem pelos que estão doentes. Algo vai mal no Reino Luso... Ai vai, vai!

A única consolação que tive foi que a enfermeira achou que a minha "cratera" estava óptima para quem tinha sido operada há 8 dias...

Estou de Volta!

Estou de volta, assim devagarinho como quem não quer a coisa...

Vamos ver se consigo vir "blogar" um pouquinho todos os dias. É que isto de estar sempre deitada no sofá a ver TV também cansa.

Já sabem que os meus blogs são banais. Que posso eu ter de novo para contar se não saio de casa, a não ser para fazer o penso?!

Faz hoje 8 dias que fui operada. Argh! Não é motivo para comemorar mas até comia um bolinho... ou um geladinho como o do amigo gato pardo... eheheheh!

Hoje começei o dia como todos os outros desde que fui operada: fui fazer o penso! Apanhei com uma chavalinha que parecia ter saído agora da escola primária. Ainda por cima a chavala era bruta cumó caraças! Nunca me custou tanto fazer o penso. Até me enchi de calores! Eu contraia-me e queixava-me de dores e a tansa ainda me perguntou "Mas doi-lhe?" Não, não havia de doer... Ela parecia que estava a preparar um naco de carne para assar no forno!!! Vá de fazer força na minha cratera e sem o mínimo de delicadeza. Eu ainda lhe respondi que obviamente me estava a doer uma vez que  estava em contacto com a carne viva. Estagiárias trengas! Se fosse no backside dela de certeza que não o tratava assim... Vá lá estagiar para o rabo do gato!!! (sem ofensas, gato pardo, porque não desejo isto nem ao meu pior inimigo! :P)

Lá vim eu a arrastar-me até ao carro e a barafustar que isto hoje me tinha doído. E depois para entrar no carro? Foi a palhaçada do costume. E quem diz que eu depois de sentada consigo chegar à porta? É que não me consigo mexer e o N. entra sempre primeiro que eu! Sugeri-lhe que em vez de esticar o braço para puxar a porta, podia ser o último a entrar para fechar a minha porta. Assim fez. Já não há cavalheirismo!

Depois do penso fui à segurança social. então não é que recebi uma cartinha para ir pagar um prestação "atrasada"? O problema é que não estava atrasada, estava paga!!! Mas o sistema "assume" que não está paga se não for paga nos trinta dias desse mês. acham que é normal? Quem é que inventou um programa destes? Esperteza saloia... Duh?!

e depois tem uma pessoa que ir aturar "sistemas informáticos erróneos" mal podendo andar e cum calor destes...

Tirem-me deste filme, por favor!!! :P